A visita de 140 alunos dos períodos 9º e 10º do curso de Direito da UNDB marcou, nesta quarta-feira (10), a segunda ação do projeto “Conhecendo o TCE”, que integra um conjunto de atividades da nova gestão da corte de contas maranhense denominado “Programa TCE em Ação”. São mais de 30 projetos nas mais variadas áreas, muitos deles já em execução.

Sob a coordenação do professor do Depto. de Direito da UNDB, Murilo Duailibe Salem, o grupo de estudantes participou de uma visita guiada que contou como atividade acadêmica.

Inicialmente o grupo foi reunido no auditório Saturnino Bello, onde recebeu as boas vindas de integrantes da Assessoria de Comunicação, responsáveis pelo projeto ao lado da Escola Superior de Controle Externo – Escex. Em seguida, o auditor Fábio Alex Mello, gestor da Utcex - 2 deu aos visitantes uma visão geral do TCE, em suas atribuições constitucionais e atividades, respondendo em seguida aos questionamentos feitos.

No segundo momento, o grupo foi dividido em quatro turmas de 30 estudantes, que se revezaram na passagem por pontos previamente escolhidos: Plenário, Ouvidoria, Escola de Contas (Escex) e as Unidades Técnicas de Controle Externo 4 e 5.

Em cada ponto visitado, os estudantes foram recebidos por um auditor ligado ás atividades de cada setor, que explicou o ttrbalho ali desenvolvido e respondeu a perguntas ao final. Na Ouvidoria, as equipes foram recebidas por Wellinton Salmito, na Escex, pelo diretor pedagógico William Jobim; e nas Unidades Técnicas, pelos auditores Divaci Couto e Flaviana Pinheiro, gestores respectivamente das Utcex 4 e 5.

Apesar do grande número de participantes, a visita atendeu aos interesses tanto acadêmicos quanto do Tribunal, que aposta no projeto “Conhecendo o TCE” como um instrumento para aprofundar seu diálogo com a sociedade a partir da área acadêmica. “Essa é nossa segunda visita, dentro de um programa mensal de periodicidade contínua. Em breve começaremos também a levar auditores, técnicos e conselheiros para atividades extra-muros do TCE, já que o projeto prevê esse movimento de mão dupla”, observa William Jobim.

Para o coordenador da visita, prof. Murilo Salem, é de extrema importância a inciativa do TCE ao aproximar o Tribunal da sociedade e das carreiras que tem pontos de contato com o controle externo. “O TCE vem ganhando em relevância na sociedade e expandindo sua atuação no sentido de ter um controle cada vez mais eficiente sobre a gestão pública, por isso esse projeto é da maior importância para nós, que ficamos gratos em poder trazer nossos alunos até aqui”, destacou Salem.

A estudante do 9º período de Direito, Higina Ribeiro Moreira, resumiu dessa forma a experiência de hoje: “A visita ao Tribunal de Contas possibilitou a oportunidade de conhecer um pouco da estrutura, funcionamento e atuação do TCE no nosso Estado. Além disso, ampliou nossos horizontes por meio da interação dos alunos com servidores de diversos setores, permitindo, que conhecêssemos algumas ferramentas utilizadas pela instituição para exercer o controle externo das contas públicas, fomentando em nós o desejo de auxiliar nesse processo, não apenas pelo fato de sermos estudantes do curso de Direito, mas acima de tudo pelo fato ser sermos cidadãos”.

Na visão de José Ribamar Santos Jr., também do 9º período, a visita foi bastante proveitosa no sentido de aclarar pontos que nem sempre ficam tão evidentes por meio do estudo teórico. “Conhecer as carreiras envolvidas com a atividade do TCE e ampliar o conhecimento sobre o controle social são aspectos fundamentais para nós”, destacou.